Fado Português: Patrimônio Imaterial

O Fado Português é sem sombra de dúvidas um estilo de música que encanta e é apreciado por quem entende de música.

Este estilo de música tem feito muito sucesso na voz de várias cantoras e muito comum encontrar mulheres nas diversas casas de fado de Portugal.

Fado Português: descubra como é esse estilo musical

Fado Português InstrumentosO fado é um estilo musical que normalmente é cantado apenas por uma pessoa acompanhada por uma guitarra clássica (viola) e uma guitarra portuguesa.

O fado original só é cantado na língua portuguesa, mas há fado em outras línguas.

Hoje em dia muitos fados também são acompanhados por instrumentos como violino, violoncelo, mas também pode até ter uma orquestra.

É tradicionalmente cantado em trajes pretos com um xale também preto, pois o fado representa muitas vezes o silencio da noite.

O que se canta são sentimentos mais profundos da alma, onde a saudade é o um dos tema mais presente.

Se canta muito os desgostos amorosos, as tragédias e problemas de uma pessoa, mas também há fados relatando as conquistas e vitórias na vida.

Mulheres Referenciais no Fado Português

Fado Amália RodriguesMaria Severa Onofriana é considerada a primeira mulher a cantar, tocar, dançar o fado.

Ela nasceu em 26 de julho de 1920 e viveu até 1999 e devido a seu pai ser de origem cigana teve como característica, portanto um cantar bastante expressivo, que conquistou os boêmios da capital.

Amália Rodrigues é considerada a expressão máxima do fado. Ela é a pioneira do fado moderno e assim gravou seu primeiro disco, em 1945.

Fez sucesso na década de 50 e desde então foi declarada a mais carismática e quem fez o fado se propagar por muitos países da Europa.

Para os que estão vendo Como Ir Morar em Portugal ou mesmo visitar o país não podem deixar de ir na Casa onde Amália viveu. Ela fica em Lisboa, perto da Madragoa. A casa hoje foi transformada em museu.

Seu álbum “Amália in Fado & Flamenco” atingiu a primeira posição entre os mais vendidos nos Estados Unidos em 1954.

Fado Português: Patrimônio Imaterial da Humanidade

O fado é considerado Patrimônio Imaterial da Humanidade desde que foi reconhecido pela UNESCO em 27 de novembro de 2011.

Como resultado a Câmara Municipal de Lisboa na época proferiu a seguintes palavras:

“O fado é um elemento importante da nossa identidade e portanto um enorme contributo para a cultura mundial. E, acima de tudo, as comunidades do fado incentivaram o processo e nele participaram. Esta decisão traz-nos uma enorme responsabilidade, a responsabilidade de preservar e promover o fado como uma grande marca da diversidade do patrimônio humano”.

 

Mulheres Atualmente em Destaque no Fado Português

Há muitas mulheres que fazem o maior sucesso atualmente no fado português.

Entre tantas de altíssima qualidade destacam-se entretanto:

  • Mariza – nascida no Moçambique e criada em Lisboa hoje é destaque internacional. Seu primeiro álbum foi gravado em 2001 “Fado em mim” e com ele vieram vários prêmios como o de Melhor Artista Europeu na área da World Music e Most Outstanding Performance (em Quebec). Continuou se destacando com seus discos seguintes: “Fado Curvo”; “Terra”; “Transparente” e “Fado Tradicional”;
  • Ana Moura – Nascida em 1979. Já alcançou Tripla Platina pelas vendas de seus álbuns; vitória no globo de ouro. Também já esteve no top de vendas da Amazon e foi até a artista do ano em revista inglesa;
  • Liliana Martins – nasceu a 4 de Agosto de 1983 em Sintra, mas seu primeiro disco foi em 2014 chamado “Corpo-Fado” foi premiado como melhor álbum “world beat”, pela entidade internacional “The Akademia Music Awards”. Em 2017 lançou seu segundo disco: “Meu Tempo”;
  • Katia Guerreiro – Nasceu em 1976 na áfrica do Sul, mas viveu nos Açores. O seu primeiro trabalho foi “Fado Maior”  lançado em 2001.  Tem cantado os palcos de vários países como Japão, Turquia, Rússia, Marrocos, França, Suécia e Holanda. Canta escritores portugueses contemporâneos. Em 2010  foi premiada como “Melhor Intérprete” nos Prêmios Amália 2010 da Fundação Amália Rodrigues;
  • Mafalda Arnauth – nasceu em 4 de Outubro de 1974, em Lisboa. Surgiu no Fado em 1995 em espetáculo no Teatro São Luís de Lisboa porque foi convidada pelo fadista João Braga. Seu primeiro álbum “Mafalda Arnauth” recebeu o “Prêmio Revelação” pelo Jornal Blitz. Depois gravou outros discos: “Esta Voz que me Atravessa”; “Encantamento”; “Diário” e “Flor de Fado”; “Fadas” e por fim “Terra de Luz”. Ela é reconhecida pelo seu talento tanto em cantar como em compor.

Fado Português: Apaixone-se você também

Então se você ainda não conhecia essa arte musical aproveite para ouvir alguns fados e se possível assista a uma apresentação ao vivo e comprove  porque este estilo musical é tão rico e encantador!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *